Terra como teto-piso e parede

Argila, areia e pedras locais foram utilizadas para construir o mais extenso muro de terra da Austrália

Primeira casa sustentável, bio-saudável e inteligente do Brasil

Casa que segue padrão europeu é 25% mais barata, resiste a tremores e fica pronta em 6 dias

O que é um projeto sustentável?

Descubra o conceito desse tipo de projeto e no que ele está pautado para melhorar a qualidade de vida das pessoas

Cinco projetos sustentáveis recomendados pela ONU

Veja aqui os cinco casos citados pelo parecer das Nações Unidas como recomendação para implementação mundial

'Casa positiva' na Austrália produz mais energia do que consome

Ao longo de sua vida útil, imóvel será capaz de oferecer os mesmos benefícios ambientais que seis mil árvores nativas australianas

quarta-feira, 16 de março de 2016

Primeira casa sustentável, bio-saudável e inteligente do Brasil

Texto adaptado do Portal Correio do Estado:



Casa que segue padrão europeu é 25% mais barata,
resiste a tremores e fica pronta em 6 dias.


Capaz de resistir a tremores de 9 graus na escala Richter e a ventos de até 300 km/h, o projeto da casa é como qualquer outro. O que chama atenção é a forma como a construção é desenvolvida. Sabe a teoria de tijolo em cima de tijolo? Esqueça. Com padrão europeu, a primeira casa sustentável, bio-saudável e inteligente do Brasil foi "montada" em Campo Grande em apenas seis dias e com o uso da nanotecnologia. O empreendimento foi construído com foco em três fatores: água, ar e energia

Uma casa resistente a terremotos não chama tanta atenção no Brasil, afinal, o fenômeno é raro no país, que está localizado no centro de uma das grandes placas que compõem a superfície terrestre. O fato é que o imóvel extremamente forte também fica 25% mais barato que as casas tradicionais. Quem não gosta de uma economia?

A ideia de trazer a inovação ao Brasil surgiu com base na deficiência que o país apresenta em relação a habitação. Kleber Karru, que morou na Espanha por sete anos, conheceu o morador de lá, Eugen Fudulu, e há três anos decidiram investir no projeto. Em parceria com o laboratório europeu Open MS, que se baseia na nanotecnologia.

Os componentes da casa são feitos em uma máquina, que não desperdiça material e com apenas quatro funcionários tira o projeto do papel em menos de uma semana. É importante ressaltar que a casa fica pronta em seis dias, depois que o radier (alicerce) está pronto. O modelo também é usado para casas de luxo e até edifícios.

Montagem da estrutura

Estruturas reforçadas


 As paredes recebem isolamento térmico e acústico, com espuma e fios de vidro, por dentro e por fora. Dessa forma a casa mantém uma temperatura agradável, sendo dispensado o uso de ar condicionado. O material também é resistente a fogo, água e cupim. 


Isolamento acústico interno

Isolamento acústico externo

Camadas da parede pronta


Depois da estrutura montada pela máquina e a montagem realizada, o acabamento final pode ser feito da forma desejada, com azulejo, látex, textura ou grafiato.

Homens trabalham no acabamento interno


Revestimento com madeira


O projeto busca parceria com o Governo Estadual para que as casas de alta qualidade e baixo valor cheguem a população menos favorecida. Para os modelos de habitações populares, os sócios projetam entregar 30 casas por mês, ou seja uma casa por dia. A ação também resultaria em geração de empregos. 

"Isso poderia acontecer pois o número de pessoas trabalhando aumentaria. Com equipes de trabalho, divididas por funções, fazemos uma casa por dia. Neste caso, uma equipe faria o radier, outra montaria a estrutura e outra seria responsáveis pelo revestimento e acabamento final", diz Kleber Karru.

Com foco na água, ar e energia, Karru explica que o purificador instalado no cavalete da rua é capaz de retirar impurezas da água antes que ela chegue na torneira da residência. Assim como o aparelho de ar, que retira todas as bactérias do ambiente, e a economia evidente com a energia solar. "A casa é entregue pronta para morar de forma saudável e digna", diz.

O Portal Correio do Estado visitou a casa mais inteligente do Brasil, antes da finalização (fotos). Mas o imóvel será inaugurado e aberto ao público com jardim e móveis decorados, na próxima segunda-feira (16/03/2016), a partir das 10 horas, na Rua Vista Alegre esquina com a Inácio de Souza. A casa é apenas um modelo, já que as unidades para venda estarão disponíveis, quando a fábrica for instalada no Brasil, em abril de 2016.

Casa modelo foi montada em Campo Grande, MS



Essa novidade demonstra um ganho para a arquitetura produzida no país. Utilização de tecnologia importada, barateamento do custo da construção e eficiência energética promovem a sustentabilidade nesse novo modelo de casa, que se, realmente, for adotada como modelo de habitação popular pelo governo, pode gerar diversos benefícios para a comunidade e para nosso sistema de construção.




Fonte do texto: Portal Correio do Estado

Fonte das imagens: Portal Correio do Estado

Compartilhe:

Twitter Facebook Favoritos